Comunicação

04 de outubro de 2018 | 15:44

SINTEGO consegue na Justiça decisão favorável ao pagamento da diferença salarial do reajuste do Piso de 2014

Em uma ação civil coletiva ajuizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (SINTEGO), o juiz Aragão Fernandes sentenciou que a Prefeitura de Goiânia pague a diferença do reajuste do Piso Salarial dos Professores de 2014, referente aos meses de janeiro, fevereiro e março. No ano de 2014, o reajuste ocorreu no mês de abril, sem que fossem pagas aos/as servidores/as as diferenças devidas.

O juiz baseou sua decisão na Lei Federal 11.738/08 e na Lei Municipal nº 91/2000 (Estatuto do Magistério do Município de Goiânia) que determina o mês de janeiro como a data em que deve acontecer os reajustes do Piso Salarial dos/as Professores/as.

A presidenta do SINTEGO, Bia de Lima, disse que o SINTEGO está atento a cada direito dos/as servidores/as da Educação de Goiânia e no momento oportuno não se furtará de apresentar na justiça ações em defesa dos direitos da categoria.

“Esta decisão corrige uma injustiça ocorrida em 2014. Porém, o SINTEGO observa que neste ano de 2018 a Prefeitura ainda não pagou o reajuste do Piso dos/as Professores/as. O SINTEGO cobra que a Prefeitura de Goiânia valorize a Educação e cumpra a Lei do Piso,” afirmou a presidenta do SINTEGO, Bia de Lima.




Imprimir