Comunicação

10 de maio de 2019 | 16:38

Dirigente do SINTEGO participa de denúncia de pacote anticrime na CIDH

A Tesoureira Geral do SINTEGO,  Coordenadora Nacional do Movimento Negro Unificado e Secretária de Combate ao Racismo da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Iêda Leal, participou nesta quinta-feira (9) de audiência na Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), na Jamaica. A audiência ocorreu depois de as organizações do movimento negro protocolarem uma denúncia sobre o pacote Anticrime na CIDH, em fevereiro.

Na ocasião, movimentos sociais e entidades da sociedade civil denunciaram as violações de direitos presentes na proposta do Pacote Anticrime apresentado pelo Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que fomenta o uso da força pelas polícias e gera o aumento da população carcerária.

“A população negra vem sofrendo ataques sistemáticos e isso está sendo aprofundado na atual conjuntura política, mas nós estamos sempre na luta, e em nome dos nossos ancestrais estamos aqui presentes”, afirmou Iêda Leal, denunciando ainda que as propostas de Sérgio Moro endossam o uso violento da força e o racismo institucional.  

Integraram a comitiva as seguintes as entidades: Coletivo Alma Preta, Instituto Marielle France, Movimento de Mães Vítimas de Violência do Estado, Articulação das Organizações das Mulheres Negras Brasileiras, Centro de Estudos em Defesa do Negro no Pará, Criola, Geledés, Instituto da Mulher Negra, Rede Nacional de Religiões Afro-brasileiras e Saúde, Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais e Quilombolas, Uneafro Brasil e Movimento de Favelas do Rio de Janeiro.  

SINTEGO na luta contra o racismo! Vidas negras importam!

 




Imprimir