Comunicação

06 de janeiro de 2021 | 14:19

SINTEGO insiste: retorno presencial só com a vacina da COVID-19

O início do ano letivo será no próximo dia 19 de janeiro, de forma remota, na Rede Estadual de Educação. Em entrevista ao G1 Goiás, a secretária estadual de Educação de Goiás, Fátima Gavioli, demonstrou acatar a Nota Técnica nº 15/2020 da Secretária de Estado da Saúde de Goiás, que permite o retorno (não obrigatório) de até 30% dos/as estudantes nas escolas, a partir de 25 de janeiro, com preferência aos educandos do 9º ano e 3ª série do ensino médio. 

O SINTEGO se preocupa com a vida dos/as profissionais, alunos/as, mães e pais ou responsáveis dos mesmos e segue contrário ao retorno, neste momento. Pedimos urgência na aquisição e distribuição de Vacinas contra a COVID-19, somente assim as aulas presenciais poderão ter início de forma segura para todos/as.

Ainda é necessário frisar a dificuldade para os/as profissionais da Rede Pública de Educação em manterem o ensino misto, já que é notória a discrepância de recursos entre o ensino público e o privado, quando se trata de equipamentos e recursos.

O SINTEGO insiste: o retorno deve ser realizado somente após a garantia da vacina. A volta de forma precipitada e sem planejamento representa um grande perigo a vida de toda comunidade escolar.

#NÃOAORETORNODASAULAS
#SINTEGONALUTA




Imprimir