Comunicação

07 de janeiro de 2021 | 10:40

SINTEGO Regional Luziânia solicita fiscalização para transferência de mais de R$ 500 mil feita à ex-prefeito de Luziânia

O SINTEGO Regional Luziânia entrou com uma Ação junto ao Ministério Público de Goiás (MP-GO), solicitando bloqueio das contas de Cristóvão Vaz Tormin (PSD), ex-prefeito da cidade, após notar a transferência no valor de mais de R$500 mil dos cofres públicos para a conta do mesmo – poucas horas antes do fim do mandato de Tormin.

“Sempre temos reuniões no sindicato e ficamos atentos no portal da transparência. Tinha um projeto de interesse da categoria que poderia ser votado na câmara, então estávamos atentos. Assim encontramos o empenho e pagamento do prefeito a ele mesmo. O SINTEGO repudiou e repudia toda atitude que possa causar dano ao erário público e aos/as servidores/as da Educação”, disse Cláudia Albernaz, presidenta do SINTEGO Regional Luziânia.

O Ministério Público deu parecer favorável ao sindicato e agora, o Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás (TCM-GO) irá abrir processo para fiscalizar a transferência feita ao ex-prefeito.

O SINTEGO está atento a qualquer atividade que possa causar danos aos servidores/as públicos/as. Seguimos cobrando o devido cumprimento dos direitos dos/as trabalhadores/as em Educação, no Estado e nos municípios.

#SINTEGOnaluta




Imprimir