Comunicação

02 de abril de 2021 | 09:35

02 de Abril: Dia Mundial da Conscientização do Autismo

Conhecer, compreender e respeitar. Tarefa para todo ano, para toda a vida.

Conscientizar é refletir e repensar, ressignificar conceitos pré estabelecidos, na perspectiva de construção de um mundo mais justo. Para isso, a participação de todos/as é fundamental na luta contra qualquer tipo de preconceito e discriminação.

Hoje (02) é celebrado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2007, com o objetivo de propagar informações sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA), e assim, reduzir a discriminação e o preconceito.

O autismo não é uma doença, e sim, uma condição neurológica. Ser autista é vivenciar o mundo de uma forma singular e diferente. O símbolo que representa o TEA é um quebra-cabeças e demonstra a complexidade e diversidade daqueles e daquelas que se encontram nesta condição. A cor azul simboliza a maior incidência de casos no sexo masculino.

Segundo uma pesquisa feita pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), uma agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, em março de 2020, 1 a cada 54 crianças no mundo irá receber o diagnóstico de TEA. Ainda se tratando em diferenças entre os sexos, para cada 1 menina há 4 meninos no espectro.

Para melhor resultado do diagnóstico, que deve ser realizado antes dos três (3) anos de idade, é aconselhável o acompanhamento por equipe multidisciplinar. O acompanhamento consiste em terapias feitas por profissionais da saúde associadas à educação especializada, com intervenções pedagógicas que priorizem olhar o outro em suas singularidades e possibilidades.

Somos diversos/as, as diferenças não podem e não devem ser condição para desigualdades. Neste sentido, o SINTEGO reafirma sua luta por uma Educação Pública, de qualidade social e acessibilidade para todos/as, respeitando e valorizando as especificidades.

#SINTEGOnalutasempre




Imprimir