Notícias

10 de abril de 2017 | 14:51

Reunião define regulamentos para as eleições da direção central e regionais do Sintego

Membros das comissões eleitorais central e regionais, além de funcionários do Sintego estiveram reunidos na manhã deste sábado (08), no auditório do Augustus Hotel, no primeiro encontro de orientação das eleições do sindicato para o quadriênio 2017/2021. O processo eleitoral vai escolher as novas diretorias central, regionais sindicais e zonais de Goiânia. As eleições serão realizadas nos dias 31/05, 01/06 e 02/06, em todo o estado e municípios de Goiás.

A condução do encontro ficou a cargo da Comissão eleita durante a Plenária do Sintego realizada entre os dias 17 e 18 de março. Foram nomeados os membros: Estela Mares Stival (presidente), Vicente Gonçalves Ribeiro (secretário) e Edmilson Ramos Camargos (vogal).

Em suas palavras a presidente da Comissão Eleitoral Central esclareceu pontos importantes do processo, que devem ser seguidos para que a lisura e transparência durante o processo sejam respeitados.

“Chamamos esta reunião porque entendemos que tivemos mudanças importantes no Estatuto do Sintego em novembro de 2016, e elas interferem neste processo. Um outro ponto importante é que nem sempre as comissões são pessoas da categoria e que não fazem parte do quadro da educação, então precisamos conversar e compartilhar estas informações”, apontou a presidente.

Dentro dos pontos abordados durante a reunião estão:

- A eleição será por votação secreta a ser realizada nos locais de trabalho do(a) eleitor(a), por urnas fixas e itinerantes. O início das votações será às 8h e encerrará às 21h, dos dias 31/05, 01/06 e 02/06;

- Obrigatoriamente as urnas fixas estarão disponíveis na sede Central do Sintego, na Hospedagem e nas sedes das Regionais do Sindicato;

- A Comissão Eleitoral Central fixará os horários das urnas itinerantes em cada local de votação;

- A chapa que desejar concorrer ao pleito eleitoral deverá requerer a sua inscrição até o dia 01/05/2017. A Comissão esclareceu que como o dia primeiro de maio trata-se de um feriado, o prazo ficará prorrogado para o primeiro dia útil após, ou seja, 02/05/2017, até as 18:00 horas, junto às secretarias das sedes Central e Regionais Sindicais;

- A Comissão Eleitoral receberá a inscrição das chapas nos locais indicados no período de 17/04/2017 a 02/05/2017.

- As Secretarias da Central e das Regionais Sindicais estarão abertas para o recebimento da inscrição das chapas de 8h às 12h e de 14h às 18h de segunda a sexta-feira, exceto feriados.

- É importante ressaltar que o requerimento para inscrição e registro de chapa deverá, sob pena de indeferimento, ser endereçado às Comissões Eleitorais Central ou Regional, em duas vias até o dia 02/05 e deverá conter: nome completo de todos(as) os(as) concorrentes e seus respectivos cargos; número de identidade e órgão expedidor; número de CPF; número do PIS/PASEP e nome da unidade de trabalho de cada um dos integrantes, bem como seus endereços; Cópia de um documento de identidade (CNH, RG e Carteira Profissional); cópia de contracheque do mês anterior à data da inscrição; cópia de cartão ou outro documento com o número do PIS/PASEP e comprovante de endereço atualizado de todos os concorrentes;

- Para concorrer ao pleito as chapas deverão obrigatoriamente preencher no mínimo todos os 25 cargos que compõem a Diretoria Central, e, nas Regionais Sindicais, o mínimo de 7(sete) cargos;

- Em caso de empate entre duas ou mais chapas, não haverá vencedora. Conforme informou a Comissão será realizada nova eleição nos dias 16 e 17 de junho de 2017.

Na oportunidade a Comissão Eleitoral também apresentou o Regimento Eleitoral.

- De acordo com o documento os membros da Comissão Eleitoral não poderão ser candidatos a nenhum cargo no processo eleitoral em andamento. Também é vedado aos membros da Comissão Eleitoral manifestar-se a favor ou contra os candidatos durante o processo eleitoral, sob pena de seu afastamento.

- Toda e qualquer reunião das comissões deverão ser registradas em atas, e suas deliberações serão tomadas por maioria de votos, onde cada um dos membros da Comissão Eleitoral terá direito a voto, sendo que o primeiro voto é do(a) secretário(a), seguido pelo(a) vogal e, após, o(a) presidente. O representante indicado pela chapa terá apenas direito a voz.

- Caso haja impugnação de candidatura o representante de chapa poderá fazer a defesa oral pelo prazo de dez minutos cronometrados.

- Encerrado o prazo para inscrição as chapas serão homologadas e publicadas com a relação das mesmas no site do Sintego e nas sedes Central e Regionais Sindicais e Hospedagem. Qualquer filiado poderá pedir a impugnação de uma chapa, desde que tenham sido publicadas as chapas inscritas para o pleito, no prazo de três dias, após a homologação das chapas.

- O presidente da chapa ou o representante terá o prazo de 48 horas para apresentar defesa de forma oral ou escrita.

- A mesa coletora composta por um Presidente e um Secretário será responsável por coletar votos, conferir a documentação e listagem dos eleitores;

- Nas mesas coletoras será permitido apenas um (01) fiscal por chapa que será identificado com crachá fornecido pela Comissão Eleitoral;

- Não poderão participar das mesas coletoras candidatos à Eleição;

- A decisão do horário de apuração ficará a cargo das comissões, que definirão se farão após o horário das 21h ou no dia seguinte, sempre resguardando a transparência e segurança das urnas. As mesmas só poderão ser abertas na presença de representantes das chapas concorrentes.

- Qualquer informação referente ao pleito eleitoral será publicada no site do Sintego.

- Poderão votar nas eleições todos os sindicalizados, ativos e aposentados, em dias com suas obrigações estatutárias.

Ao final do encontro ficou definido que cada regional vai levantar as demandas referentes à logística da votação em suas bases, até o dia 19 de março, para que seja repassada a Comissão Central que dará os encaminhamentos e suporte para que a lisura e garantia do voto de todos os filiados aconteça