Notícias

07 de dezembro de 2017 | 10:06

Fórum discute pendências junto ao Ipasgo e obras do novo Hospital do Servidor

Entidades participantes do Fórum em Defesa dos Serviços e Servidores Públicos de Goiás, estiveram reunidas na tarde desta quarta-feira (06), no auditório do Instituto de Assistência dos Servidores Públicos do Estado de Goiás- Ipasgo.

Entre os pontos abordados durante a reunião, está a indicação dos nomes que compõe a lista tríplice, enviada ao governador, para escolha do novo presidente.

A presidenta do Sintego, Bia de Lima, que também é membro do Fórum, questionou a atitude do governador em não respeitar o acordo feito com as entidades que compõe o Fórum.

“Este Fórum é formado por representantes das principais entidades classistas dos servidores públicos. O governo precisa respeitar o acordo feito conosco e fortalecer este diálogo, no entanto, toma atitudes, como o desmantelamento da Diretoria de Saúde do Ipasgo, e ignora a indicação dos nomes para presidir o Instituto”, afirmou.

Após o encontro das entidades, os dirigentes foram recebidos pelo presidente interino do Ipasgo, Dr. Romeu Sussumu Kuabara. Os membros do Fórum cobraram a recomposição do Conselho Deliberativo do Ipasgo - CDI, espaço nas discussões, no que diz respeito ao Hospital do Servidor Público, bem como, visita as instalações para acompanhar o andamento da obra.

Ao final do encontro, ficou definido que o Fórum vai buscar audiência com o governador Marconi Perillo, nos próximos dias, para tratar das questões pendentes junto ao Ipasgo.