Notícias

19 de dezembro de 2017 | 11:05

Sintego consegue, junto a CEF, redução na taxa de manutenção de conta dos servidores

O SINTEGO conquistou mais uma importante vitória para a categoria, principalmente para os servidores que recebem seus vencimentos na Caixa Econômica Federal. 

De acordo com a presidenta do SINTEGO Bia de Lima, após ter findado o prazo de negociações de taxas menores para os servidores, muitos correntistas reclamaram do valor cobrado na manutenção de conta da CEF, que havia saltado de R$26 para R$42. 

“Depois que findou o prazo em que o governo negociou com a CEF taxas menores para os servidores públicos, recebi muitas reclamações de nossa categoria pelo fato da Caixa estar cobrando  taxa básica de manutenção de conta muita alta. Para muitas pessoas tinha saltado de R$26 para R$42”, justificou a presidenta.

Bia de Lima buscou resolver a situação junto a Superintendência da Caixa Econômica Federal, em Goiânia e conseguiu reverter o valor cobrado para R$25 aos servidores que recebem até R$7 mil. 

Para ter a taxa de manutenção de conta reduzida é necessário que o(a) servidor(a), procure a sua agência da CEF e peça para migrar para a proposta Caixa Fácil. 

“Diante da insatisfação de boa parte da categoria, buscamos solucionar esta questão e tivemos um retorno favorável à nossa solicitação. Essa redução vai significar um fôlego a mais para os trabalhadores(as), que já tem salários abaixo do ideal e pagam taxas altas para utilizar serviços bancários”, finalizou.