Notícias

30 de outubro de 2020 | 13:46

SINTEGO e aposentados/as juntos na luta contra o desconto previdenciário

A presidenta do SINTEGO, professora Bia de Lima, recebeu na tarde da última quarta-feira (28), um grupo de aposentados/as para uma conversa sobre o desconto previdenciário de 14,25%. Entre as definições do encontro, estão a manutenção de diálogo constante com os/as aposentados/as da Rede Estadual de Educação, para que juntos/as, tracem estratégias de luta contra a cobrança indevida, além da criação de um grupo no aplicativo Telegram, para aproximar as pessoas e alinhar ações.

Na reunião, Bia destacou a luta do SINTEGO contra a cobrança do desconto desde o início, com a mobilização intensa do sindicato ao final de 2019, na Assembleia Legislativa de Goiás, para que a Reforma da Previdência não fosse aprovada. “Nós estamos lutando há muito tempo contra esse desconto absurdo, mas em Goiás é cobrado o maior desconto do Brasil, porque a Constituição Federal não permite que esses descontos sejam superiores a 14%. A situação é muito revoltante”, afirmou ela.

“Em 2020, a reivindicação do SINTEGO com o Governo de Goiás foi para que pagassem o Piso (12,84%) retroativo a janeiro, principalmente, porque se fizermos os cálculos, estamos somando cerca de 18% de prejuízos, já que em 2019, a administração estadual deu o calote do Piso (4,17%) para PIII e PIV. É inaceitável, estão achatando a carreira e desse jeito, em breve, o Piso se transformará em teto. O SINTEGO já tem ações judiciais nas duas situações e reforçamos que a obrigação do Estado é cumprir o que está estabelecido na Lei”, explicou Bia de Lima.

Os/as aposentados/as apresentaram suas demandas, a revolta causada pelo desconto, cobrado desde abril deste ano, mesmo em plena pandemia, e sobre o quanto estão passando por dificuldades em decorrência da subtração dos valores. O SINTEGO destaca que as demandas apresentadas são as mesmas do sindicato, já que nosso trabalho tem sido o de reivindicar a suspensão deste desconto desde o início do débito.

O SINTEGO se sensibiliza com a situação de todos/as, concorda e não tira a razão das reclamações dos/as aposentados/as, visto que, o sindicato também despreza tal confisco e luta arduamente para que ele seja extinto. Juntos, o sindicato e os/as aposentados/as, traçaram caminhos para a garantia dos direitos e o respeito que nos foi arrancado pelo Governo.

RESPEITEM OS/AS APOSENTADOS/AS DA EDUCAÇÃO!

Destacamos ainda que, até hoje, nunca foi comprovada pela GoiásPrev os cálculos atuariais que comprovassem a necessidade do desconto, o que nos causa ainda mais revolta diante desta manobra política inescrupulosa.

#SINTEGONALUTA