Notícias

11 de dezembro de 2020 | 20:36

Eleições municipais: saiba a documentação necessária para a efetivação da posse do cargo de diretor

Conforme ofício circular n° 068/2020 – DIREDU, da Secretaria Municipal de Educação de Goiânia, considerando a situação atual vivenciada em decorrência da pandemia da Covid-19, a Diretoria de Administração Educacional receberá os documentos para a posse via e-mail, no período de 18 a 23 de dezembro de 2020. 

De acordo com o Regulamento das Eleições dos Diretores dos CMEIs e das Escolas da Rede Municipal de Educação de Goiânia, aprovado pela Res. CME n° 121/17, art.73, os/as diretores/as eleitos/as deverão, obrigatoriamente, antes da posse, providenciar os documentos abaixo relacionados.

Clique para ver a lista de documentos

Os documentos deverão ser encaminhados para o e-mail da CRE correspondente a instituição educacional. Segundo orientação da Secretaria Municipal de Educação de Goiânia, os referidos documentos devem ser ESCANEADOS.

Veja a lista dos e-mails:
CRE Maria Thomé Neto – [email protected]
CRE Jarbas Jayme – [email protected]
CRE Central – [email protected]
CRE Maria Helena Batista Bretas – [email protected]
CRE Brasil Di Ramos Caiado – [email protected]

Ainda de acordo com o ofício circular, a documentação deve ser enviada na ordem disposta pelo mesmo. 

Eleições

Será na quarta-feira da semana que vem, dia 16, das 7h às 18h - o horário de votação para as escolas que possuem ensino noturno é estendido até às 20h30min - o pleito que decidirá os/as diretores/as das unidades escolares da Rede Municipal de Ensino de Goiânia (RME/GYN), divididos entre Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIS) e Escolas. Ao todo, são 240 instituições, das quais 23 não apresentaram nenhum/a candidato/a. O processo será regido pelo mesmo regulamento da última eleição.

É legítimo o direito de votação para profissionais de educação, administrativos/as, pais/responsáveis e educandos com 12 anos de idade ou mais matriculados/as nas escolas.

O SINTEGO destaca ainda que os/as profissionais que estão em excedência virtual devem votar na escola de origem da modulação. Já os/as trabalhadores/as que fazem dobras, o voto deve ser efetuado nas duas instituições, na escola efetiva, bem como na instituição em que faz a complementação.

Representado pela professora Meibb Freitas, o SINTEGO participa da Comissão de Eleição Central da Rede Municipal de Ensino de Goiânia. Ao todo, doze entidades e representantes de diversos segmentos da Educação integram a comissão, presidida por Leila Barbosa, diretora de Administração Educacional da Secretaria Municipal de Educação (SME/GYN).

O sindicato ressalta a importância da eleição dos/as diretores/as das escolas e CMEIS, enfatizando a escolha da comunidade escolar por seus/suas líderes e reforçando o processo democrático em qualquer esfera.