Notícias

01 de junho de 2017 | 10:58

Eleições para o Sintego começam seu segundo dia

O segundo dia das eleições para o Sintego teve início com a entrega das urnas para os responsáveis por cada rota de votação. Mais um dia em que os mesários, fiscais e representantes de chapas percorrem as unidades de ensino para possibilitar o voto dos sindicalizados.

A urna disponibilizada na sede central do Sintego, no setor Coimbra, foi aberta com a presença de representantes da Comissão Eleitoral e dos representantes da mesa.

A professora Maria Auxiliadora Souza Ribeiro esteve no local logo cedo para votar. Para ela o exercício do voto é essencial para reforçar a representatividade do sindicato. “Eu acredito na força e importância do nosso sindicato. Por isso estou aqui exercendo meu direito de escolha dos nossos dirigentes. O Sintego precisa continuar forte para lutar por nossa categoria”, enfatiza.

No segundo dia das eleições para o Sintego a Comissão Eleitoral Central avalia que os trabalhos estão transcorrendo de forma tranquila, e com a participação efetiva das duas chapas, bem como dos envolvidos no processo.

As urnas

Cada urna entregue as equipes das rotas de votação são devidamente numeradas em sequência, identificadas e entregues às equipes que fazem a conferência na hora da entrega. Para cada dia de votação a Comissão Eleitoral Central entrega uma nova urna, as quais são devolvidas na sede central do Sintego até as 21:00 de cada dia. As urnas são transportadas sem as chaves, estas ficam guardadas com a Comissão que as utilizarão somente no sábado, durante o processo de apuração dos votos.

Todas as cédulas do processo eleitoral foram impressas com a assinatura da presidente da Comissão e devidamente numeradas para impedir qualquer tipo de falsificação.

Para Estela Mares Stival, presidente da Comissão Eleitoral Central, todos os cuidados para garantir a lisura e transparência ao pleito foram e estão sendo tomadas.