Notícias

12 de novembro de 2019 | 15:23

Professora Bia de Lima eleita presidenta da CUT-GO!

No último sábado (09), a Central Única dos Trabalhadores no Estado de Goiás (CUT Goiás) realizou o seu 15º Congresso Estadual (Cecut-GO), no Augustus Hotel, em Goiânia. O congresso reuniu delegados/as representantes das diversas categorias filiadas à CUT-GO, e teve como pauta a organização sindical frente à atual conjuntura nacional e a eleição da nova diretoria da Central para os próximos quatro anos.

Os/as delegados/as presentes articularam o nome da presidenta do SINTEGO, professora Bia de Lima, para presidir a entidade. Na eleição, a chapa obteve 67% dos votos, desta forma, Bia foi eleita como nova presidenta da CUT-GO.

“Agora terei mais essa tarefa de presidir a Central Única dos Trabalhadores. Eu já presidi duas vezes, essa é minha terceira oportunidade de fazer sempre o melhor em favor da classe trabalhadora. Esse é o grande desafio e não resta dúvidas que nós vamos precisar contar com todos/as. Não é só uma presidência, é toda a diretoria que se renova, que chega para ajudar, fortalecer e construir em tempos tão difíceis. E foi por isso, que o SINTEGO indicou o meu nome, para que com essa experiência a gente possa ajudar ainda mais nesse fortalecimento da CUT-GO. E meu nome é pronto, estou na luta todos os dias. Para mim, continua sendo uma honra poder estar à frente da Central Única dos Trabalhadores novamente”, disse Bia de Lima.

Bia de Lima ressalta que a CUT é um instrumento de luta dos/as trabalhadores/as que precisa ser fortalecido. “A CUT é fundamental. Vamos chamar a companheirada para estarmos juntos/as, para que a gente possa fazer frente e garantir os direitos legítimos do povo: dos/as servidores/as público/as, das mulheres, homens, negros/as, comunidade LGBTQ+. Os tempos não estão fáceis, mas nós nunca tivemos medo, coragem é o que nos move. Por isso, topamos esse desafio de presidir a CUT. Nós fazemos a luta todos os dias!”, completou ela.

A presidenta do SINTEGO, agora também presidenta da CUT-GO, ainda reforçou a necessidade de contrapor os dados falaciosos e os desmandos do governo de Jair Bolsonaro, que tira os direitos dos/as trabalhadores/as e acabou com a Previdência. “Estamos enfrentando o empobrecimento da classe trabalhadora, os desafios estão cada vez maiores. Então é hora de termos unidade e chamarmos todos/as para a luta! NENHUM DIREITO A MENOS!”, destacou Bia.

Em todos os momentos, Bia de Lima reforçou sua disposição para defender os/as trabalhadores/as goianos/as e não deixar passar o pacote de maldades proposto pelos governos estadual e federal. “Vamos lutar todos os dias junto ao Congresso Nacional e aqui em Goiás, para não permitir que essas medidas cheguem aqui, mas já estão. Está tramitando a Proposta de Reforma da Previdência na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), nós vamos ter que fazer o enfrentamento e impedir que essas medidas cheguem nos municípios. Por isso é muito importante estarmos juntos e termos coragem. Somente assim poderemos avançar construindo a unidade da classe trabalhadora”.

#SINTEGOECUTNALUTA